quinta-feira, 9 de julho de 2009

GRADIENTE DE CONCENTRAÇÃO.

Queridos. O assunto é delicado.
O que é "GRADIENTE DE CONCENTRAÇÃO"?

A definição para essa expressão é super importante para os conceitos que envolvem Transporte de Membrana.
Estou falando dos famosos Transportes ATIVOS e PASSIVOS.

Segundo o que está escrito no livro "Biologia Molecular da Célula" * (o famoso "The Cell"), em sua página 509, "gradiente de concentração" é:

"A DIFERENÇA DE CONCENTRAÇÃO ENTRE OS DOIS LADOS DE UMA MEMBRANA PLASMÁTICA."

Conclusão minha: se algo é a FAVOR do gradiente de concentração, isso significa que é a FAVOR da DIFERENÇA de concentração, ou seja, pela MANUTENÇÃO dessa diferença.
Não parece lógico????

Acontece que, fuçando em sites de biologia, achei sempre as mesmas definições sobre Transportes ATIVOS e PASSIVOS.
Eles falam que, A FAVOR do gradiente de concentração são os transportes PASSIVOS.
Eles falam que, CONTRA o gradiente de concentração são os transportes ATIVOS.

Ora....
Transportes PASSIVOS buscam o EQUILÍBRIO DAS CONCENTRAÇÕES.
Transportes ATIVOS buscam a MANUTENÇÃO DA DIFERENÇA DE CONCENTRAÇÃO.

Se "gradiente de concentração" é igual a "DIFERENÇA de concentração"... e se transportes PASSIVOS buscam o EQUILÍBRIO... significa dizer que a busca pelo EQUILÍBRIO acaba com a DIFERENÇA, ou seja, transportes PASSIVOS são CONTRA um GRADIENTE DE CONCENTRAÇÃO, pois ACABAM com essa diferença!

Buscando aprimorar mais minha pesquisa, busquei o significado da palavra "gradiente" no dicionário "LUFT". NADA ACHEI!!

Insisti na pesquisa e procurei os sentidos da expressão "A FAVOR - CONTRA os gradientes de concentração" nos livros:
"Biologia das Células" dos autores "AMABIS E MARTHO" = nada é dito por eles a respeito dessa expressão!
"Biologia Molecular da Célula" (The Cell), dos autores "Bruce Alberts, Dennis Bray, Julian Lewis, Martin Ralf, Keith Roberts e James Watson." = nada é dito por eles a respeito dessa expressão!

Me parece que por meios OFICIAIS, esse conceito de "contra" e a "favor" simplesmente não existem, pois NÃO SÃO MENCIONADOS nas melhores publicações científicas e didáticas do Brasil.

No final das contas, nada se pode comprovar sobre isso que eu falei, por mais lógico que possa parecer, e nada se pode comprovar de contra, o que é dito em outros sites.

Infelizmente é isso.

Abraços!

*The Cell = A "bíblia" dos biólogos!

8 comentários:

mimi disse...

estou fazendo a faculdade de enfermagem e achei a sua explicação muito realista, pois você passa para o aluno que ele deve ser crítico, que devemos explorar os significados que já existem sobre um determinado assunto!
Muito obrigada!!!

gilvan.edfisica disse...

cara faz sentido mesmo!hoje meu professor mencionou isso!não tava entendendo direito, pois eu sempre via do modo que vc viu nos sites! então teve um certo confronto! mas agora esclareci! vlw ae e parabens pelo blog!

André Simões disse...

percebo porqe se dá esta confusão. mas eu vejo as coisas de outra forma.. experiemente entender o gradiente de concentraçao como se fosse a corrente de um rio, em que o rio desagua do mais concentrado para o menos concentrado. entao se eu nadar CONTRA a corrente do rio, eu vou necessitar de dispender energia. por outro lado, se for A FAVOR do rio, basta-me deixar levar e nao necessito de utilizar energia. acho que o problema aqui levantado está relacionado com o significado que se dá ás palavras 'CONTRA' e 'A FAVOR'.
cumprimentos

Renato Marques da Costa disse...

Exato, André Simões!! É isso que explico aos meus alunos de Biologia.
Por exemplo, recorrendo aos textos de apoio das aulas de Fisiologia das Membranas Celulares da Faculdade de Medicina da Universidade do Porto, encontra-se a seguinte passagem:
"O Gradiente de Concentração deve ser interpretado como uma força química que conduz o
sistema em direcção ao seu estado de equilíbrio".
Cumprimentos.

Ana Paula Porto disse...

Mas o que fazer se o vestibular de várias universidades pelo país usam esses termos?

Anônimo disse...

GRADIENTE DE CONCENTRAÇÃO É:

"A DIFERENÇA DE CONCENTRAÇÃO ENTRE OS DOIS LADOS DE UMA MEMBRANA PLASMÁTICA."


Se é a diferença entre dois lados ( lado A e lado B ), podemos pegar como exemplo que o lado A tenha concentração 5 e o outro lado B, tenha concentração 1, logo a diferença entre os dois lados ( A- B ) é 4.
4 será o gradiente de concentração, que estará localizado no lado A.

Então se essas partículas do lado A se repelirem por terem cargas iguais (vide movimento Brawniano), elas estão se locomovendo contra (na direção contrária) o gradiente de concentração.

No entanto se outras partículas de cargas opostas forem atraídas na direção das partículas do lado A (onde está o gradiente de concentração), elas estarão indo a favor do gradiente de concentração (vide quimiotaxia)

Anônimo disse...

Se as partículas forem de A para B estarão indo contra o gradiente de concentração, ok!! Mas estarão indo do meio mais concentrado para o menos concentrado, característica do transporte passivo... Ou seja... essa explicacao não fecha!!! :(

pedro Razzil Darkbrew disse...

Você esqueceu de mencionar uma coisa importante. Você disse que:
"Transportes PASSIVOS buscam o EQUILÍBRIO DAS CONCENTRAÇÕES.
Transportes ATIVOS buscam a MANUTENÇÃO DA DIFERENÇA DE CONCENTRAÇÃO."
Porém você tem que lembrar que o Transporte passivo é espontâneo e o ativo não é, porque o passivo é de natureza iônica, já o Ativo não busca a Manutenção da concentração ele busca um benefício pra célula que, por sua vez contraria o equilíbrio da concentração.